6 de abr de 2015

Até logo, Muricy!

Muricy Ramalho, "arrebentado", deixou o comando do São Paulo em sua terceira passagem como treinador. Depois de 473 partidas, com 255 vitórias, 123 empates e 95 derrotas, o técnico decidiu abandonar a carreira e cuidar da sua saúde. 

Após a demissão em 2009, Muricy voltou em setembro de 2013 para ser o Anjo Salvador da Pátria, livrando o São Paulo de um rebaixamento que seria histórico. 

No ano de 2014, deu a volta por cima, fazendo com que o Tricolor do Morumbi ficasse em segundo lugar no brasileirão daquele ano. Infelizmente, nos "mata a mata", não teve muito sucesso: caiu nas quartas do Paulistão para o Penapolense e na terceira fase da Copa do Brasil pro Bragantino. Pela Copa Sul Americana, outra eliminação: para o Atlético Nacional, na semi final. 
Apesar de todas essas eliminações, é válido ressaltar que Muricy fez um feito histórico pelo São Paulo: conquistou 3 campeonatos brasileiros seguidos, façanha que nenhum clube conseguiu até hoje. 

O presidente Carlos Miguel Aidar conta que a decisão foi tomada em comum acordo: 

"A saída foi decidida de comum acordo, eu continuo tendo o Muricy como meu técnico, mas não posso ser injusto a ponto de colocar tudo acima da própria saúde dele. O mais importante é ele se tratar, cuidar da saúde, descansar. As portas do SPFC sempre estarão abertas para um técnico e uma pessoa como ele. É um ídolo!"
O ex-treinador estava com o cargo em risco no tricolor. Com falta de padrão tático, aposta em jogadores que não têm regularidade e a saúde debilitada foram fatores cruciais no desempenho oscilante do São Paulo.
Segundo o portal UOL Esporte, a mulher de Muricy, Roseli Ramalho, já havia pedido para o marido aposentar-se em 30 de março, pois já estava no limite.
Em tom de despedida, o ex técnico declarou:
"Estou com problemas de saúde, devo fazer uma cirurgia na próxima semana e preciso desse tempo que o São Paulo não tem no momento. Quero agradecer ao presidente, aos jogadores, os funcionários do clube, os meus companheiros de comissão técnica e, principalmente, aos torcedores que entendem esse meu momento. Preciso nesse momento dos devidos cuidados com a minha saúde. Não é um adeus, é um até breve pela relação que tenho com o São Paulo Futebol Clube. Desejo muito sorte a todos"
Valeu, Muricy!

Fontes: Globo Esporte e UOL Esporte.





Nenhum comentário: