3 de mar de 2015

E não é que tá engrenando?

Devo admitir, comecei a temporada com uma dose altíssima de ceticismo. Afinal, ser palmeirense envolve sofrimento e dor e isso geralmente trás ceticismo, haja vista as entregadas de Victor Hugo. Mas, parece que o time agora vem engrenando graças à oxigenada no elenco.

Zé Roberto tem sido excelente, apesar da idade, em todos os jogos que participa. Claro que é inevitável que, em alguns jogos, ele esteja mais apagado do que em outros mas, a sua liderança tem se provado inestimável no elenco e ele tem jogado com excelência.

 

Os argentinos recuperaram a confiança no seu futebol. Cristaldo tem sido oportunista e aproveitado chances de gol, mesmo que numa frequência menor do que a desejada. Allione tem nos dado algo que há tempos não tínhamos, um ponta habilidoso e rápido. Os dois que vieram com a chegada de Gareca (que eu ainda acho que foi injustiçado - seria excelente com o elenco desse ano) foram símbolos da aposta que não deu certo ano passado. Agora, os dois viraram titulares absolutos (nem tanto Cristaldo) e seguem de vento em popa. 



Gabriel tem dado tudo o que o palmeirense estava sedento pra ter, um volante de boa marcação e passe de qualidade. Eu estava com saudade de ver um bom volante passador pra fazer a bola chegar no ataque. Em um ano de aprendizagem com Cleiton Xavier e Arouca, esse menino tem potencial para ser o melhor passador do Brasil. 



Mas, nada disso sem compara com a ascensão de Robinho. Sempre achei que ele tinha sido queimado no Santos. Jogando com esse apelido e com Neymar já cobiçadíssimo na base, o ex-Santos nunca teve uma chance para se estabelecer como o 10 que é no Palmeiras. 

No Coxa, devo admitir que não acompanhava muito o futebol dele mas, ninguém que joga com Alex sai pior do que entrou. Sua primeira coletiva me preocupou um pouco, especialmente a parte em que disse que buscava o passe primeiro. (Para mim, parte de ser um excelente armador, é também finalizar sempre que a oportunidade aparece.)

Mas, Robinho não tem hesitado em deixar o seu. Além de contribuir na conclusão de jogadas, sua cobrança de falta no último jogo foi algo primoroso e algo de que nós nos ressentimos há tempos. Não que Robinho vá ser o cobrador oficial da equipe mas, sempre é bom se ter uma riqueza de talentos em todos os espectros do campo. 



Não acho que vamos ganhar o Paulistão. O time ainda está numa curva de aprendizagem e o desenvolvimento do entrosamento demora algum tempo especialmente se trabalhando com um elenco tão grande quanto o nosso. 

O time tá tomando forma e tá jogando com confiança. O Palmeiras, depois de muito tempo, voltou a jogar como time grande que sempre foi. Apesar de não poder ir no estádio (não moro mais em SP), todo fim de semana é uma oportunidade nova de ver o Neto engolir suas palavras em rede nacional e ver Mauro Beting e PVC orgulhosos de seu time na FOX Sports. 

A coisa tá ficando boa. E não que tá engrenando? 

Nenhum comentário: